Arquivo do dia: 20/05/2009

La Nuit des Musées

Olha, eu tenho muitas saudades do Brasil. Na verdade não é tanto do Brasil, é um pouco da comida, do sol, da lingua, confesso. Mas eu tenho saudade de verdade so das pessoas  –  a familia e os amigos. Se não fosse pelas pessoas, eu poderia trocar de pais facilmente. Daria sim para viver aqui nessa cidade. Calma, isso aqui também não é perfeito. Tem pobreza, mendigo, violência (bem menos, é verdade), sujeira e lugares feios. Tem sim, viu? Não adianta se iludir. Mas tem horas que eu fico muito empolgada com essa cidade, como no sabado passado.

O fim de semana ja foi cheio de atividades, como eu contei aqui, e no sabado à noite tivemos a quinta edição do evento Noite dos Museus. Acontece em toda a Europa, mas é preciso dizer que Paris é uma cidade particularmente especial quando o assunto é museu. Nessa noite, todos os museus ficaram abertos até a madrugada, com entrada gratuita e uma programação especial.

O unico problema de estar num evento desses em Paris é a quantidade de escolhas. São muitas, da vontade de ver tudo, mas, claro, é humanamente impossivel. Não tem jeito, você tem que ir num so museu e torcer para que tenha feito a escolha certa. Então vamos la, o que você escolheria?

Ver as esculturas de Rodin especialmente iluminadas para a noite? Visitar Orsay? Picasso? Musée Carnavalet com concerto de musica e dança? Orangerie com programação especial de musica? E assim vamos, com eventos e mais eventos, nessa cidade apinhada de museus. Como se os acervos permanentes ja não fossem suficientes.

Enfim, nos escolhemos ir pela segunda vez no bom e velho Louvre, porque nos estamos empenhados na missão de conhecer o Louvre de cabo a rabo antes de partir. Não sei se vai dar, mas a gente tenta. Pelo jeito, a escolha foi otima. Fiquei sabendo que muitos museus lotaram, com filas que dobravam o quarteirão. No Louvre, imenso, mesmo que tenha uma multidão, ela sempre se dispersa. E, de fato, quando chegamos, não pegamos fila alguma e conseguimos ver tudo com tranquilidade.

Dessa vez, escolhemos a coleção de arte francesa.

Paris7 013

Vimos umas  salas, mas tivemos que interromper a visita, porque as outras salas da coleção estavam fechadas.

Paris7 022

Passamos para o começo da pintura italiana: Botticelli, Da Vinci, Raphael…

Paris7 024

Paris7 029

Paris7 042

O engraçado é que a visita é tranquila até chegar perto da sala 6, onde fica a Monalisa. Ai a gente começa a ver aqueles grupos imensos se dirigindo ao lugar onde fica o famoso retrato de Leonardo.

Nos preferimos nem ver a Monalisa nessa dia e decidimos que no proximo domingo gratuito a gente acorda cedo, vê primeiro a Monalisa e, depois que o museu começar a lotar, segue para as outras obras, que também são otimas, embora não tão prestigiadas pelos visitantes.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em fim de semana, museu, Paris, passeio