Minhas férias escolares

Junto com os pequenos parisienses que voltam para casa felizes, nesse período de férias escolares, resolvi terminar meu curso de francês na EFI. Gostei muito das professoras, do ambiente, da localização e do preço (era a escola mais barata das indicadas pelo governo francês), mas pra mim já deu o que tinha que dar, porque tinha chegado no ultimo nível que a escola oferecia e senti que já não avançava tanto. Resolvi ficar um tempo só no sistema de auto-aprendizagem e nos grupos de conversação gratuitos aqui da biblioteca da Cité Universitaire. Depois, inevitavelmente, devo ir para a Aliança Francesa, que é bem mais cara, mas é uma das poucas escolas que oferecem cursos dos níveis superiores e workshops temáticos.

Agora, nesse período sem as minhas quatro horas diárias obrigatórias de francês, vou ter que virar uma mocinha organizada para frequentar a biblioteca com assiduidade, sem minhas professorinhas queridas para cobrar os textos, a gramática e, mais importante, a presença. Hoje já desviei um pouco da rota, porque resolvi sair pra fazer compras mais que necessárias. Um pano pra servir de cortina para o sol implacável que bate na minha cozinha até as nove e meia da noite, água, água e mais água para não desidratar nesse clima seco. Ainda falta achar um ventilador para ver se consigo dormir nessas noites quentes. Pelo menos pra uma coisa esse calorão esta servindo: ele me impede de sair por ai o tempo inteiro, aproveitando o que Paris tem de bom. Depois do meio-dia, com o sol a pino, ficar quieta numa biblioteca ventilada não parece má idéia.

Vou sentir mais falta é das pessoas que conheci na escola de francês, da convivência com gente do mundo inteiro. Em 4 meses conheci gente da Itália, Alemanha, EUA, Canada, Austrália, Colômbia, México, Argentina, Yemen, Arábia Saudita, Coréia, Japão, China, Rússia, Ucrânia, Polônia, Grécia, Espanha, Holanda, Moldávia e Ilhas Comores. Sem contar os brasileiros, que estão em todos os cantos. E as francesas, nossas professoras que ensinam língua e cultura francesas para essa mistura toda de culturas e nacionalidades. Decidi tirar fotos só no meu ultimo dia, o que foi uma pena, porque as classes mudam todos os dias e, assim, acabei perdendo a oportunidade de tirar fotos de pessoas que já saíram da escola, que entraram de férias ou que mudaram de horário.

finalefi 013

finalefi 016

Essas três acima são as melhores professoras que tive no curso, com destaque para a primeira à esquerda, com quem tive mais aulas. Tem um super talento pra entender culturas diferentes e pra se comunicar com essa turma heterogênea, com inteligência e bom humor. Acha que é simples? Então responda rápido, sem susto, para um grupo de chineses que pergunta: O que é Páscoa?

Ou proponha um exercicio sobre um tema comum, para discutir em grupo, como por exemplo: o amor. Aí coloque uma jovem japonesa encantada com o romantismo de Paris para discutir com um muçulmano que tem noiva prometida no pequeno pais de onde veio e um chinês que veio para a França para morar com seu marido brasileiro que trabalha aqui. Pronto, agora dê um jeito desse povo todo expor suas idéias sem brigas, sem confusão, em paz e, sempre, com muito humor. Era isso que ela fazia, sempre tentando relevar a cultura francesa por trás dos nossos esteriotipos e clichês e explicar a difícil linguagem das ruas, do dia-a-dia, que mistura gírias francesas com palavras árabes e inversões de letras nas palavras. Eh, vou sentir falta disso tudo!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em cotidiano, França, franceses, Paris

2 Respostas para “Minhas férias escolares

  1. taíse, q delícia de texto! não perca o contato com essas pessoas que conheceu. vc agora pode viajar para qualquer lugar do mundo que sempre será bem recebida!
    continue dedicada aos estudos. qdo vc voltar, vai me dar aulas de francês! ehehehe
    bjocas

  2. Olá Taís, pretendo fazer um curso de francês, de uns 2 meses em Paris. Qual escola você me indicaria? Acabei de fazer o nível iniciante na Aliança Francesa, devo ainda fazer mais um outro semestre antes de viajar (viajo no meio de 2015). Já li sobre tantas escolas que tô super confusa! Melhor mesmo seria a EFI? A Aliança? E o melhor seria ficar hospedada onde? Obrigada! 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s